Laser Cutter

laser   

Máquina de corte por laser

Descrição
O corte por laser é uma técnica de fabricação digital por subtracção. A Máquina de corte por laser funciona para corte vectorial ou rasterizado, sempre em 2D. Isto significa que quem queira cortar algum material baseando-se num ficheiro em formato digital (CAD) o pode fazer recorrendo ao rigor que esta tecnologia fornece.

 

Marca/Modelo

Universal Laser Systems Inc. – PLS6.60 Professional Series

Dimensões

(c/l) = 800 x 450 mm

Formato de ficheiro

2D vectorial ou rasterizado: .dwg (ou outros sob consulta)

Preços

    12,00€/hora, para os docentes, investigadores e alunos da FAL, na realização de trabalhos académicos e de investigação;
    15,00€/hora, para todas as outras utilizações.

    Em qualquer das situações referidas nas alíneas 1. a 3. cobrar-se-á, no mínimo, o valor correspondente a 15 minutos de utilização.
    No caso do utente se enquadrar na alínea 1. ou 2. e querer realizar projectos fora do âmbito académico e de investigação, o preço passa a ser de 20,00€ por hora.

Instruções de utilização

    O material é sempre fornecido pelo utente.
    A área máxima de corte abrange os 800 x 450 mm (sugere-se a criação de margem com o mínimo de 5mm)
    O equipamento funcionará sempre sob a supervisão de um monitor.

Materiais (fornecidos pelo utente)

Materiais permitidos:

    Cartão / Cartolinas
        bristol/duplex
        prensado/madeira/museu – até 3 mm
        canelado – até 10 mm
    Madeira:
        balsa – até 10 mm
        contraplacado/MDF – até 5 mm

    Acrílico:
        vazado/extrudido – até 8 mm
    Tecido:
        peles/gangas/sedas/etc. – até 3 mm
    Vidro e Alumínio: (apenas gravação).

Materiais não permitidos:

    Policarbonatos: lexan/mylar/acetato/polipropileno/etc.
    Madeiras com alto teor de resina: pinho/cedro/abeto/pinheiro/cipreste/etc.
    Plásticos: PLA/ABS/etc.
    Vinil: PVC/PCV/E.V.A.
    Fibra de vidro
    Poliéster

Estes materiais são estritamente proibidos devido à sua toxicidade podendo causar sérios problemas de saúde e danificar o equipamento.

As placas a cortar deverão vir planas. Placas abauladas comprometem a qualidade do trabalho, e podem inclusivamente danificar a máquina, reservando-se aos monitores o direito de se recusarem a cortá-las.

    Recomenda-se que o utente traga algumas placas extra, para eventuais ocorrências de erros.

Preparação dos ficheiros

    Os modelos a ser prototipados devem ser entregues em formato .dwg compatível com AutoCAD 2013 ou anterior.
    O desenho deverá vir preparado para as placas a cortar, em Model space.
    Os objectos a cortar e a gravar deverão estar em layers específicas, de modo a efectuar alterações ao ficheiro, se necessário.
    Características das layers:
        Layer CORTE: color = BLUE  | linetype = continuous | lineweight = 0,00 mm;
        Layer MARCAÇÃO VECTORIAL: color = RED  | linetype = continuous | lineweight = 0,00 mm;
        Layer MARCAÇÃO RASTER: color = GREEN  | linetype = bylayer | lineweight = bylayer;

Para uma optimização do ficheiro correcta:

    Lines/arcs/splines deverão estar unidas em polylines (JOIN*);
    Não deverão existir polylines sobrepostas/coincidentes (OVERKILL*);
    Toda a informação do ficheiro tem que estar à cota 0 (FLATTEN*);
    Todo o texto meramente indicativo tem que estar num tipo de letra .shx (exemplo: simplex.shx ou monotxt.shx) e na layer Marcação Vectorial (STYLE*);
    Para texto de apresentação, qualquer tipo de letra serve, apenas terá que estar na layer Marcação Raster;
    Espaçamento mínimo entre linhas de corte à escala de impressão é de 0,4 mm, consoante o tipo de material;
    Espaçamento mínimo entre linhas de marcação é de 0,2 mm.

* : Comandos de AutoCAD